top of page
Buscar
  • Foto do escritorOsvaldo Shimoda

Vida financeira e profissional bloqueada


Pacientes atormentados pelo insucesso e instabilidade financeira e profissional


“Minha vida financeira e profissional é uma grande batalha”;

“Não consigo arrumar um emprego”;

“Minha vida financeira e profissional é uma gangorra de altos e baixos. Está bem e, de repente, volta à estaca zero”;

“Aparecem grandes, oportunidades, bons negócios, mas, na hora H, não dá certo, dá tudo errado”;

“Nunca me sobra dinheiro, sempre fico no vermelho, endividado”.


A TRE proporciona a causa e a resolução dos problemas financeiros e profissionais

Estas e outras queixas, são as mais frequentes, que ouço de pacientes que vêm ao meu consultório para passar pela TRE (Terapia Regressiva Evolutiva) – A Terapia do Mentor Espiritual e recebem de seus mentores espirituais suas sábias orientações da causa e resolução de seus problemas.


Há 3 grupos de pacientes em relação à vida financeira e profissional:


1º) Vencedores: São bem-sucedidos, têm êxito financeiro e profissional; seus problemas estão em outras áreas de suas vidas, como: afetiva, saúde, relacionamento conjugal, familiar, social e no trabalho;


2º) Empatadores: Da mesma forma que ganham, perdem tudo. Suas vidas financeiras e profissionais são um tobogã de altos e baixos; por isso, nunca se estabilizam;


3º) Perdedores: Tentam de tudo, empenham-se ao máximo, mas, não logram êxito. Passam por inúmeros percalços, suas vidas e profissionais são feitas de adiamentos. Têm tudo para dar certo (ótimo currículo, capacitação profissional, vasta experiência, pós-graduação, MBA, mestrado, doutorado etc.) mas estão sempre falhando em seus objetivos financeiros e profissionais. É o caso de um paciente de 30 anos, solteiro, que vou relatar a seguir.


Caso Clínico: Por que não consigo arrumar emprego?

Homem de 30 anos, solteiro.


Ele veio ao meu consultório, querendo entender por que sua vida financeira e profissional não dava certo?


Depois que foi demitido, não conseguia mais arrumar emprego.

Foi demitido de uma empresa e, desde então, não conseguia mais se recolocar no mercado de trabalho (há 3 anos estava desempregado).


Tinha também impotência sexual.

Além de estar desempregado, sofria também de impotência sexual. Procurou um médico urologista, fez todos os exames clínicos e os resultados deram todos normais.


Os remédios não resolviam à sua impotência sexual.

O médico lhe prescreveu remédios para sua disfunção erétil (Viagra e Cialis), mas, mesmo tomando, continuava impotente.


A tia materna que o trouxe ao meu consultório e pagou à sua terapia.

Ao vê-lo deprimido, ela lhe indagou: “Sobrinho, não quero me meter em sua vida, mas, sempre que vou à sua casa (ele morava com os pais), percebo que está sempre enfurnado em seu quarto. O que está acontecendo com você?”


O paciente lhe respondeu: “Tia, vou me abrir com à senhora. Há 3 anos que estou desempregado, já encaminhei currículos para inúmeras empresas e nem me chamam para fazer uma entrevista.


Autoestima e autoconfiança abaladas pela impotência sexual.

Terminei com à minha namorada, pois tenho problema de impotência, e me sinto envergonhado, sempre que falho. Tia, a minha autoestima e autoconfiança estão na sola de meu sapato, pois, para um homem não ter dinheiro e nem sexo, é preferível morrer.


Pensamentos suicidas por estar desempregado e ter impotência sexual.

Nas horas de desespero, cheguei a pensar em fazer bobagem, em me suicidar, porque com 30 anos ainda sou sustentado pelos meus pais e por ter impotência sexual. Eu me sinto um fracassado, um perdedor.


Após ter passado por 4 sessões de regressão, na 5ª sessão, ele me relatou: “Estou me vendo numa vida passada, deve ser no séc. 19, pois, eu me vejo andando na rua, vestindo um fraque, uso uma cartola, e, seguro uma bengala, como acessório de moda da época.


A filha de 17 anos estava prestes a se casar.

Tenho uma esposa e uma filha de 17 anos, ela está prestes a casar. Estamos felizes por ela ter encontrado um bom rapaz, um bom partido.


Pegou à filha fazendo sexo com o noivo.

Um dia, à noite, fui chamá-la para jantar e, ao abrir à porta de seu quarto, peguei ela e o noivo fazendo sexo.


Esganou o noivo por estar fazendo sexo com a filha antes de casar-se.

Ao ver aquela cena, tive um aceso de fúria, e pulei no pescoço do noivo e o matei, esganando-o. Naquela época, era inadmissível fazer sexo antes do casamento. (pausa).


Viu no consultório, o seu obsessor espiritual, noivo de sua filha daquela vida passada.

Dr. Shimoda, estou vendo aqui no consultório um vulto escuro em minha frente (paciente estava deitado em meu divã, de olhos fechados, e viu com o seu 3º olho um ser espiritual das trevas).


Terapeuta: “Pergunte a esse ser espiritual das trevas quem é ele?”


Paciente: “Diz que é o noivo de minha filha da vida passada, que tirei à sua vida. Fala gargalhando que é ele que está causando à minha impotência sexual”.


Oração do perdão: A única terapêutica de cura definitiva da obsessão espiritual

No final da sessão, pedi-lhe que fizesse em sua casa a oração do perdão (o leitor pode encontrá-la em meu site: www.osvaldoshimoda.com) para esse obsessor espiritual e lhe emanasse a luz dourada de Cristo, diariamente.


O seu obsessor espiritual aceitou finalmente ir para a luz.


Na 6ª e última sessão, ele me relatou: “Estou vendo aquele vulto escuro de novo, o meu obsessor espiritual, acompanhado aqui no consultório de 2 seres espirituais de luz. Eles estão conversando com ele... O meu obsessor espiritual fala para eles que aceita ir para a luz... Agora, vejo uma luz enorme, redonda e branca, os três estão subindo em direção a ela. Eles entraram nessa luz e sumiram. (pausa).


Havia outros dois seres espirituais obsessores, causando o seu bloqueio financeiro e profissional.


Paciente: “Vejo, agora, dois vultos escuros aqui no consultório”.


Terapeuta: “Pergunte quem são esses dois seres trevosos?”


Paciente: “Dizem que foram os meus escravos na vida passada, no período colonial, onde eu era o dono da senzala. Dizem também, que fui eu que mandei o meu capataz açoitá-los até à morte porque tentaram fugir da senzala. Ele afirmam gargalhando que o meu dinheiro está com eles, que não vão deixar eu arrumar um emprego, pois eles querem me ver na miséria”.


Paciente fez também a oração do perdão para esses dois seres obsessores

No final dessa consulta, recomendei que ele fizesse também a oração do perdão e emanasse a esses dois seres obsessores a luz dourada de Cristo.


Conclusão:


Paciente me encaminhou um e-mail relatando como ficou à sua vida, após a terapia.

No final da terapia, pedi-lhe que me desse um feedback de como ficou à sua vida, após a terapia? Depois de um ano, ele me encaminhou um e-mail: “Olá Dr. Osvaldo, tudo bem?

Desculpe a longa demora em lhe enviar um e-mail falando de meu progresso. Depois do término da terapia, fiz a oração do perdão e emanei a luz dourada de Cristo a aqueles dois obsessores espirituais, conforme o senhor me orientou.


Resolução de seus problemas

Eu me sinto mais tranquilo, com a autoestima e autoconfiança maiores porque o meu problema de impotência sexual sumiu, consegui também me recolocar no mercado de trabalho finalmente, o meu trabalho e a área financeira estão indo muito bem.


Agradecimento

Por isso, quero lhe agradecer por me ajudar e pela oportunidade. Que Deus lhe abençoe e lhe dê tudo que precise para continuar este maravilhoso trabalho.

Um grande abraço, muito obrigado!



Vida financeira e profissional bloqueada por Osvaldo Shimoda

135 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page