Ser feliz sem a sua alma gêmea: É possível ?

Ser feliz sem a sua alma gêmea: É possível?


Vazio interior, angústia, sensação de solidão, insatisfação, frustração, melancolia, tristeza, estas e outras queixas são as mais comuns que refletem o grau de insatisfação e infelicidade de homens e mulheres que vêm ao meu consultório em busca de seu verdadeiro amor.

É grande o número de pacientes que estão em constante busca de sua felicidade amorosa.

Mas por quê?

Ao passarem pela TRE(Terapia Regressiva Evolutiva) - A Terapia do Mentor espiritual(ser desencarnado de elevada evolução espiritual, responsável diretamente pelo nosso aprimoramento espiritual)seus mentores espirituais lhes revelam que o vazio interior e sua insatisfação vêm do fato de estarem separados de suas almas gêmeas.

Ao reencarnar, muitos pacientes se separaram de suas almas gêmeas - que ficaram no plano espiritual - para aprenderem algo, melhorarem como pessoas, mas seus mentores espirituais lhes orientam, nessa terapia, que essa separação temporária não significa que não possam ser felizes com outra pessoa. Podem e devem buscar serem felizes, pois, a permanência na Terra é muito curta.

Mas, lamentavelmente, muitos homens e mulheres levam uma vida cheia de limitações, frustrações e angústias por não encontrarem seu verdadeiro amor. Muitos ainda buscam preencher esse vazio interior com drogas, bebidas, jogos, comer compulsivamente, ou procuram trabalhar em excesso(workaholic).

Veja a seguir, o caso de um paciente, que veio ao meu consultório por sentir um vazio interior por não conseguir gostar verdadeiramente de nenhuma mulher. Apesar de ser uma pessoa bem-sucedida em sua profissão, ter uma boa casa, um bom emprego, não era feliz.

Caso Clínico:

Não consigo gostar de nenhuma mulher.

Homem de 34 anos, solteiro. O paciente veio ao meu consultório e me relatou na entrevista de avaliação: "Dr. Osvaldo, eu o procurei porque desde que me conheço por gente sinto um grande vazio. Por ser filho único e por sentir falta de um irmão, achava que esse vazio vinha desse fato.

No entanto, o tempo passou, mas o vazio perdura e, hoje, com 34 anos, sou formado, trabalho na minha área onde sou bem-sucedido, enfim, tenho tudo que um cara precisa: boa casa, um bom emprego, gosto do que faço, sou muito bem remunerado, mas não consigo gostar verdadeiramente de uma mulher.

Consigo tudo o que quero, no entanto, não fico feliz. Este mês, resolvi comprar um iate de cerca de 47 pés, até fiquei empolgado, mas, quando o recebi dei uma volta no mar e pronto: não senti mais nada.

Quero saber, doutor Osvaldo, o porquê desse vazio e não conseguir amar uma mulher?”.

Após passar por cinco sessões de regressão, na 6ª e última sessão, ele me relatou: - Vejo uma luz azulada... Acho que é um ser espiritual. Ele fala que é o meu mentor espiritual e diz que vai me mostrar uma vida passada.

Vejo uma casa, um quintal e três crianças brincando: são dois meninos e uma menina. São meus filhos... Agora, vejo uma mulher, ela está estendendo roupas brancas em um varal. Ele diz que é a minha esposa dessa existência passada. (pausa).

O que mais você vê? - Pergunto ao paciente.

- Eu me aproximo e entro na casa. Ela é bonita, bem organizada e limpa. Sinto até o cheiro de comida! Sou médico, quando chego, os meus filhos vêm até mim, beijam-me e me abraçam. Que gostoso ver isso!

Vejo a mesa pronta para o jantar e a minha esposa, a Elisa, ela vem, me dá um beijo caloroso e diz que o jantar já está pronto. (pausa). Ela é uma pessoa muito boa e caridosa, vive ajudando os outros. (pausa).

Agora a vejo muito doente, está acamada... Aconteceu muito rápido, de uma hora para outra eu me vi sem minha Elisa, foi o fim de minha vida (fala chorando muito).

Não consegui aceitar a sua morte, eu me isolei de tudo e de todos, acabei caindo na bebedeira. Os meus filhos foram para a casa dos avós e, em pouco tempo, também desencarnei. (pausa).

Agora, eu me vejo em espírito no plano espiritual. O meu mentor espiritual afirma que desisti de viver, ao cair na bebida, após o falecimento de minha esposa e, por isso, iria demorar para encontrá-la.

Depois de um tempo, encontramo-nos aqui no astral, ela estava linda e maravilhosa como sempre. Falou que estava preocupada comigo e com nossos filhos, mas deu uma notícia que não me agradou em nada - disse que eu precisava voltar, reencarnar sem ela.

Eu não acreditei, tinha sofrido tanto por ela ter ido embora de forma tão rápida me abandonando e, agora, ela me fala que eu terei que voltar sem ela? Isso é um absurdo! (fala chorando). (pausa).

Dr. Osvaldo, estou vendo aqui no consultório um ser espiritual, uma silhueta de uma mulher... É ela, minha Elisa. Meu Deus, isso não está acontecendo! É você, Elisa?!

- Sim, meu amor, sou eu. Que bom que nos encontramos! Estou muito orgulhosa de você. Porém, precisa terminar o que começou, principalmente com relação aos nossos filhos.Você precisa casar e ter nossos filhos, eles precisam reencarnar.

- E quanto a nós? O que faço? Eu sinto um grande vazio, uma dor insuportável, minha vida não faz sentido sem você!

- Eu sei, meu querido, também sinto o mesmo que você; porém, precisamos cumprir o que nos predispomos a fazer no plano espiritual para que possamos ficar juntos de novo.

Essa separação fará com que cresçamos, e, depois disso, ficaremos juntos. Você precisa deixar-se apaixonar, é um homem bem-sucedido, bonito, que precisa ser amado e amar. Terá que casar-se, ter os nossos filhos, e a pessoa que você irá casar é uma boa moça.

- Mas ela não é minha alma gêmea!

- Não, meu querido, ela não é sua alma gêmea, mas muitos acabam se separando de suas almas para aprenderem algo, melhorarem como pessoas, e isso não quer dizer que não possam ser felizes.

Podem e devem buscar serem felizes, pois a permanência na Terra é muito curta e muitos são os obstáculos. Mas, em breve, meu querido, estaremos juntos.

- Não sei se consigo fazer uma mulher feliz...

- Conseguirá, sim, claro que conseguirá! Estarei sempre com você, meu querido, ajudando-o. Mas precisa se abrir para a vida. Eu o amo e lembre-se: o amor liberta! Lembre-se, também, que, depois dessa sua vida atual não vamos nos separar mais, ficaremos juntos para sempre.

O paciente não parava de chorar, sentia uma mistura de alegria e tristeza, mas, aos poucos, ao se acalmar, entendeu que tinha uma missão a cumprir na vida presente, e que precisava fazer o melhor para poder reencontrá-la; veio a entender também, que apesar dessa moça que iria conhecer não ser sua alma gêmea, teria que respeitá-la e fazer de tudo para que a sua futura família fosse feliz.

Um ano após o tratamento, o paciente me mandou e-mail dizendo que estava noivo, e que já estava com o seu casamento marcado.

Um detalhe importante que merece ser mencionado, após a terapia: não sentia mais aquele vazio.




0 visualização

T.R.E - Terapia Regressiva Evolutiva - A Terapia do Mentor Espiritual

 

 

 

Rua Luís Góis, 2068 - Saúde - São Paulo/SP - 04043-200      

 Contato:  (11) 2369-9831  (11) 94107-7222       

 e-mail : osvaldo.shimoda@uol.com.br