Como saber se têm espíritos perto de você?


Muitas pessoas afirmam que não acreditam em espíritos, pois nunca os viram com os seus próprios olhos. No entanto, a todo o momento há espíritos perto de nós.


Você pode não os ver, mas senti-los. É como o vento. A gente não o vê, mas pode sentir o frescor, a brisa dele. Quantas coisas que a gente não vê, mas existem: o ar, os microrganismos, os átomos, a energia, a mente humana, o inconsciente (podemos ver o cérebro, mapeá-lo, mas não a mente, o nosso inconsciente).


Portanto, o fato de não vermos determinadas coisas, não significa necessariamente que não existam. O mesmo ocorre com os espíritos, os seres desencarnados.


Eu me recordo de um jovem paciente, de 18 anos, que numa das sessões de regressão, durante o relaxamento, ele me interrompeu e me disse: - Dr. Osvaldo, essa terapia é muito “punk”! De onde está vindo esse ventinho, esse frescor agradável que bate em minha face esquerda?


Um detalhe: ele estava deitado no divã e de seu lado esquerdo só tinha a parede de meu consultório, a porta e a janela estavam fechadas e o ventilador estava desligado.


Ele sabia que não havia nada que justificasse aquele “ventinho”, “frescor agradável e refrescante” que ele sentia. Além do ventinho, ele me relatou também que sentia um forte odor agradável de menta que vinha da esquerda para à direita, passando debaixo de seu nariz.


Eu lhe esclareci que esse ventinho e o odor agradável de menta que ele sentia era a presença de um espírito que estava de seu lado esquerdo, embora ele não o visse.


Sabemos que muitas pessoas conseguem ver os espíritos nitidamente – às vezes até ficam em dúvida se estão vendo seres desencarnados ou encarnados?


Mas, mesmo não os vendo nitidamente, muitas pessoas conseguem ver espíritos em forma de vultos ou sombras escuras (espíritos das trevas) ou ainda vultos brancos e mesmo luzes de cores diversas (espíritos de luz benevolentes).


Certa ocasião, quando estava fazendo o relaxamento em um paciente de 45 anos, engenheiro, incrédulo em relação à existência dos seres espirituais, cabeça cartesiana, típica dos profissionais da ciência exata, de repente abriu os seus olhos, levantou-se e foi olhar debaixo do divã, onde estava deitado.


Ele me interpelou e perguntou: - O senhor ligou um abajur do lado esquerdo do divã?


Eu lhe respondi: - Claro que não! O único abajur ligado é esse pequeno que uso para fazer às minhas anotações. Mas por que você está me perguntando?


- Ele me disse: - Porque vi uma luz branca intensa, em cima de minha cabeça, do meu lado esquerdo.


Eu lhe respondi: - Você viu uma luz espiritual, a aura de um ser espiritual, e não uma luz física, tanto que você mesmo viu que não havia nenhum abajur acesso de seu lado esquerdo.


Outros pacientes, de olhos fechados, na penumbra, me perguntam: - O senhor acendeu a luz aqui na sala de atendimento? Nossa! O ambiente clareou tudo.


Eu esclareço que essa claridade intensa que ele está vendo são as auras, campos de energias de seres espirituais que estão presentes no consultório.


Mas existem também outras formas dos pacientes identificarem às presenças de seres espirituais perto deles. São sempre os mesmos padrões de sinais e sintomas clínicos que constatei neles, independentemente de nacionalidade, religião, idade, escolaridade, condição socioeconômica ou de gênero (atendo em diversas partes do Brasil e outros países presencialmente e mais por Skype, por conta da pandemia do novo coronavírus).


Quais são os sinais e sintomas que caracterizam uma presença espiritual obsessora?


1) Bocejos excessivos constantes, a ponto de lacrimejar;

2) Arrepios constantes;

3) Peso ou pressão na nuca, nas costas ou nos ombros;

4) Alternância de humor extremada;

5) Nervosismo acentuado;

6) Cansaço, fadiga constantes;

7) Insônia, pesadelos constantes, sono agitado, intranquilo;

8) Pensamentos negativos, pessimistas, ideias suicidas;

9) Ver vultos escuros ou sombras;

10) Odor desagradável, inexplicável, sem razão aparente;

11) Paralisia do sono (ao acordar, o paciente não consegue se mexer ou mesmo falar).




296 visualizações

T.R.E - Terapia Regressiva Evolutiva - A Terapia do Mentor Espiritual

 

 

 

Rua Luís Góis, 2068 - Saúde - São Paulo/SP - 04043-200      

 Contato:  (11) 2369-9831  (11) 94107-7222       

 e-mail : osvaldo.shimoda@uol.com.br